Dialogando sobre a prática

9 out

Aqui foi contada rapidamente a história do “criador” ou DES-COBRIDOR do reiki. Aquele que nos revelou os segredos dos sinais e seus poderes. Os sinais do reiki têm a capacidade de abrir portais de dimensões energéticas, e uma vez nosso ser tendo a capacidade de senti-las poderá utilizá-las para o bem e somente para o bem. O reiki, a água pura e algumas plantas são as únicas coisas que conheço que só podem ser usadas para o bem.
Pouco reiki é melhor que reiki nenhum, me disse uma de minhas mestras. É claro que quanto mais amplo o canal, mais limpa a passagem, maior a concentração e a obediencia do iniciado, melhor o fluxo da energia ou a quantidade de energia que passa por ele. Ao acionar os símbolos, já têm o poder de refletir em si e ao redor a energia pura do reiki.

Compreender que somos plenos na abundancia divina é outro fator a ser considerado ao usarmos o reiki. James Redfield, em sua sequencia “Celestina”, nos mostra que existe um padrão que adotamos para retirar energia dos nossos semelhantes que nos  iguala a mendigos:

O “Coitadinho de Mim”  gera sempre em seu semelhante a sensação de que  este deve supri-lo  pois o “Coitadinho de Mim” é inferior ou incapaz ou  por que voce tem mais do que ele. Se o suprirmos energéticamente concordando com  essa maneira de ser, o estamos impedindo de abastecer-se da Divina Fonte, e dessa forma não é reiki o que estamos transmitindo, mas o estamos suprindo da nossa própria força vital. Não importa nem mesmo se é um iniciado no reiki, se no coração do seu mestre ainda está a sensação de superioridade, seu iniciado pode ficar dependente dele por muito tempo. O maravilhoso é que o reiki cria caminhos de evolução e de desligamento dos enlaces nocivos e, cedo ou tarde, como aconteceu com o próprio Micau Usui, há um despertar. O que devemos cuidar sempre é com o tempo que perdemos ao criarmos para nós esse estado de “preguiça” para evoluir, quando todas as respostas estão na boca de uma única pessoa.

Daí surgir os cinco príncipios do reiki. Digo que  para o iniciado, observar esses cinco princípios é mais importante até mesmo do que decorar os símbolos. Ao saber os símbolos ou as doze posições voce mostra que tem o conhecimento, mas ao cumprir com os príncipios voce mostra que tem sabedoria. Tão forte que é, que mesmo alguém que não seja um iniciado e cumpre com os príncipios obtém graça semelhante a um reikiano que apenas usa os sinais diariamente.

Que seus corações se encham de paz e sua mente seja inundada de luz.

Mestra Nara.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: